Grata aos noivos

casal de mãos dadas
Imagem de Belle Collective por Unsplash

Nos dias de hoje em que as relações a dois mais se assemelham a um jogo de azar ou sorte, por que razão decide um casal casar? Muitos dirão que não passa de uma festa para a família e amigos e que a ida à igreja faz só parte do “procedimento”.
Felizmente, conheço um casal que tomou a decisão de casar, de se unir perante os olhos de Deus e receber o sacramento do Matrimónio.  Sim, é um sacramento e é coisa séria. Tão séria como a existência de cada um de nós.  O casamento católico é uma prova de amor a Deus, é uma aliança que se celebra e na qual se aceita a vocação do Pai para o casal. Com a benção do Pai o casal pode perseverar nos momentos menos bons, pois nada lhes faltará. É uma decisão que reflete o estado de maturidade da relação e de compromisso com o parceiro e com Deus, recordemos que “O que Deus uniu, o homem não separe” (Mateus 19:6). Muitas felicidades para este casal, em especial, e todos os outros que, fiéis ao Pai, crescem em conjunto na fé e confiança em Deus e aceitam esta graça que é caminhar a dois.   

Deixar um comentário