Grata aos sentidos

mão a tocar na agua do mar
Imagem de Sharon McCutcheon por Unsplash

Reconhecemos o que nos rodeia através dos sentidos, ou seja, através da visão, da audição, do olfato, do tato e paladar. Com os sentidos o nosso mundo ganha cor, cheiro, gosto, sons e textura.  Que alegria ver o azul do céu e as cores douradas do sol; sentir o cheiro do pão acabado de cozer e o aroma das flores do campo; sentir o sabor do doce mel e do amargo limão; ouvir o canto dos pássaros e o riso das crianças e, por fim, sentir a leveza da areia entre os dedos ou a força das ondas. Tudo isto é obra do Pai que, diariamente, nos oferece estas e tantas outras graças. Sejamos nós capazes de reconhecer que devemos usar estes mesmos cinco sentidos também na nossa relação com Deus. Quantos de nós saboreamos a palavra do Pai? Quantos de nós ouvimos os Seus conselhos? Quantos de nós tocamos o coração dos outros com os ensinamentos do Pai? Quantos de nós vemos o que o Senhor vê em nós? Quantos de nós vivemos rodeados com o aroma de confiança que a vida cristã emana?

Preparados para utilizar todos os sentidos na relação com o Pai? Precisamos conhecê-Lo para poder viver com e na Sua graça.

1 comentário

Deixar um comentário