homem de braços abertos em frente a uma cascata

Conversas

Imagem de iqbal nuril anwar por Pixabay

Pelo caminho, são tantas as dúvidas e incertezas, são tantos os receios com que me debato.
Nem sempre é fácil tranquilizar todos os meus medos, nem sempre é fácil aliviar os pesos que carrego! 
Tantas são as vezes que preciso da Tua mão sobre mim, da Tua voz para me guiar,  tantas vezes preciso da Tua força até para me perdoar a mim mesma, para me livrar dos pesos que me atrasam e me fazem ter vontade de parar onde estou e ali ficar… acomodada à minha dor, à minha culpa e ao medo de perdoar! 
Tantas são as vezes que me ergues e me encorajas a seguir com a mesma determinação com que Me dizes e Me mostras que Me amas! 
O caminho da vida é mesmo assim, andar, cair e levantar! Mas se nesse processo permitirmo-nos sentir-Te será sem dúvida muito mais fácil encarar as adversidades com um sorriso no rosto e tranquilidade no coração! 

Tudo faz parte desta grande aventura! 

Saberíamos dar valor às coisas maravilhosas com que todos os dias nos presenteias, se não tivéssemos experimentado momentos de tristeza e de dor?! Talvez não… ainda assim, nos momentos mais difíceis, Tu estás lá, para garantir que não atravessamos os nossos vales mais sombrios sozinhos!
A mim conforta-me esta certeza, de que esteja eu na situação que estiver, tenho o Teu amor, tenho a Tua companhia! 
Quando não sei dizer por palavras o que vai dentro de mim… Tu ouves o meu silêncio, entende-lo e decifra-lo como ninguém!
Perdoa-me pelos momentos em que não Te vejo, que me esqueço que sou a Tua obra tão amada e que ao meu lado Caminhas sem nunca Te cansares dos meus devaneios, sem nunca desistires de mim apesar dos meus fracassos, sem nunca me virares as costas, apesar das minhas ofensas! 
Perdoa-me pelos dias que não sou grata, não Te ouço e não Te falo e não deixo que me fales!
Sou-Te Grata por todas as vezes que me lembras dos dons com que Me capacitas, sejam eles grandes ou pequenos, muitas são as vezes que me esqueço de que ao não me respeitar… também não Te respeito, porque afinal, eu sou a Tua obra tão amada…
Sou grata pelo dom de ter o Teu amor! 
Sou grata pelo dom da vida e todos os milagres que todos os dias me ofereces!

Deixar um comentário