Quaresma – como melhor viver as tuas sextas-feiras

Fotografia de Sarah Noltner no Unsplash

Quem conhece de fora a religião católica ou outras religiões cristãs, associa a festividade do nascimento de Jesus, o Natal, como a maior celebração da vida de um cristão. Se na verdade o Natal é um momento de grande alegria e de esperança nas nossas vidas, a Páscoa é sem dúvida a mais importante de todas. Sustentada na crença que nos define nesta fé, celebramos a Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo, justificado e aclamado como o Filho de Deus. É com grande expectativa que todos os anos aguardamos a sua chegada, abrindo espaço para este acontecimento através dos 40 dias de preparação, a Quaresma. E não é só pela tradição, mas pelo propósito que se promove nas comunidades e na própria liturgia, um tempo de espera, de silêncio, de oração e reflexão. Sendo um chamamento ao recolhimento do próprio, é todo ele um tempo destinado ao acolher do outro, pela doação, pela renúncia em favor dos mais desfavorecidos.

Quem vive na fé, faz dos seus dias caminhada. Uma caminhada com Deus inspirada pelo Espírito Santo e guiada pela própria mão de Jesus. Procuramos mais, procuramos a santidade para uma conexão mais completa e profunda com o divino.

Os que praticam efetivamente a quaresma sabem que não é fácil o necessário “abrandar” sobre nós próprios, em especial neste tempo em que temos acesso a tudo tão facilmente, com a rapidez de tocar um interruptor ou um botão, queremos tudo agora e rápido, seguramos o mundo com as mãos nos nossos telemóveis e computadores, criamos cenários perfeitos, num mundo de maquilhagem e roupas bonitas e afastamos as dificuldades, procurando sempre o caminho mais fácil.

No começo deste meu caminho para Deus e na igreja, quando me deparei com a Quaresma percebi que, apesar de tudo o que pensava sobre o assunto (resumido à premissa de não se deve comer carne à sexta-feira), é na verdade um período de conversão. Percebi que os quarenta dias de “deserto” são na verdade percorridos num plano espiritual de transformação interior.
A minha primeira dúvida foi, como me preparo para a Quaresma?

Esta pergunta para muitos poderá ser quase um paradoxo ou uma não pergunta, já que, em si, a quaresma é uma preparação para a Páscoa do Senhor. Então, será possível preparar uma preparação?
A resposta é sim! Sim, numa ótica de planear. Da mesma forma que nos preparamos para o verão, para os dias de praia e de vestir o fato de banho, preparamos a nossa mente para o que precisamos fazer e planeamos, o exercício físico, o regime alimentar, os vídeos motivacionais, a amiga de apoio, também na quaresma podemos preparar e planear a forma como vamos viver a nossa, preparar os nossos corações para receber a misericórdia e a graça de Jesus Cristo, nosso Senhor.

Com a ajuda do Padre Tiago Veloso da Paróquia de Palhais/ Santo António pude viver a minha primeira quaresma em 2019, com mais sentido, com o coração preparado.
Todas as sextas-feiras, chegava até mim um plano para preparar o meu dia, através de sugestões de leituras bíblicas, vídeos, textos de reflexão e conselhos de bem estar. Na altura pedi dias de férias em todas as sextas-feiras da quaresma, para que nesses dias pudesse dedicar-me exclusivamente a esta intenção. Só eu e Deus. Por isso, o plano estava previsto para um dia sem compromissos, mas poderia ser facilmente ajustado a outras agendas . 

Em conversa com a minha amiga e companheira de caminhada, Ana Correia, surgiu a vontade de partilhar com todas vós estes planos das sextas-feiras.

Inspiradas por esta maravilhosa doação que chegou até nós, durante as próximas quintas-feiras apresentamos –  “Viver a Quaresma” – um plano para as tuas sextas-feiras.


Primeira sexta-feira

Começa por ver este vídeo: 

NOTA: É possível colocar legendas automáticas em português, no link abaixo mostra como:
https://www.loom.com/share/4f3f1c838ebd4bee93ca9dbba4990f12

O dia está fresco, a água da chuva da passada semana fez a natureza ganhar outra cor e cheiro.

Aproveita para caminhar por um espaço verde perto de tua casa, com os sentidos atentos, especialmente a visão, audição e cheiro. Nestes dias, tudo fica diferente.

Até te sugiro que leves um lanche rápido e aproveites para parar um pouco.

Depois de uns bons minutos de caminhada, podes rezar 1 ou 2 frases de algum salmo. Frases como “O Senhor é meu Pastor, nada me falta”. E repetir, até que se torne natural a frase, tão natural quanto a respiração.

Quando encontrares um sítio agradável, podes sentar-te e observar o local. Respirar. Acalmar. Sentir o poder de Deus que se manifesta na criação.

Para te acompanhar nessa caminhada, sugiro que leves a bíblia e olhes para alguns dos seguintes textos:
Êxodo 3:1-15 https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/EXO.3.BPT09DC
Êxodo 33:7-23 https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/EXO.33.BPT09DC
Êxodo 19 https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/EXO.19.BPT09DC
1 Reis 19:3-15 https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/1KI.19.BPT09DC
Lucas 3:23 https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/LUK.3.23 
Lucas 4:1-13 https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/LUK.4.BPT09DC 
Lucas 6:12 – https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/LUK.6.12 
Mateus 14:23 – https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/MAT.14.23
Marcos 6:46 – https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/MRK.6.46
Mateus 14:13 – https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/MAT.14.13
Lucas 21:37 – https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/LUK.21.37  
Mateus 6:6 – https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/MAT.6.6
Lucas 4:1-13 https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/LUK.4.BPT09DC 

Estes textos recordam que o Deserto é a peregrinação do Povo de Deus em busca do Rosto do Senhor.

E é aí que hoje te encontras, apesar do frio que possa estar. Que seja Ele a aquecer.

Dedica longos períodos de tempo aos textos. Um ou dois textos podem ser suficientes para várias horas.

Antes da leitura pede sempre assistência ao Espírito Santo. Lê devagar. Uma e outra vez. Tenta entender o que lês (uma questão de português, nada mais). Depois, tenta entender o que significa o texto para a tua vida. 

Como é um tempo intenso, faz breves descansos. Caminha. Tira fotos. Escuta o som da natureza.

Após o lanche e, se possível, ainda no “deserto”, sugiro um ou dois dos seguintes textos:
Isaias 2,9-23 https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/ISA.2.BPT09DC
Isaias 40,12-31 https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/ISA.40.BPT09DC
Isaias 41,21-29 https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/ISA.41.BPT09DC
Isaias 44,1-9 https://my.bible.com/pt-PT/bible/228/ISA.44.BPT09DC 

Ao longo do dia, dedica tempo para o diálogo com Jesus. Fala com Ele, como quem fala ao seu melhor amigo. 

Se te ajudar, podes escrever-Lhe uma carta. 

Que este dia esteja reservado para o Senhor. Para oração, para descanso, para reflexão, que seja de paz e serenidade.

Bebe água.

Tem um bom dia!!


6 comentários

Deixar um comentário