Via Sacra – Personagens da Paixão (cont. 5)

Continuamos a caminhada ao longo das próximas semanas, lado a lado com os homens e mulheres que fizeram parte dos momentos da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Segue o link para acederes às semanas anteriores:
Semana I: Via Sacra – Personagens da Paixão
Semana II: Via Sacra – Personagens da Paixão (cont.2)
Semana III: Via Sacra – Personagens da Paixão (cont.3)
Semana IV: Via Sacra – Personagens da Paixão (cont.4)

SEMANA I
PRIMEIRA ESTAÇÃO –
Pedro, Tiago e João 
SEGUNDA ESTAÇÃO –
Judas 
TERCEIRA ESTAÇÃO –
Caifás

SEMANA II
QUARTA ESTAÇÃO –
Pedro
QUINTA ESTAÇÃO –
Pilatos
SEXTA ESTAÇÃO –
Os soldados

SEMANA III
SÉTIMA ESTAÇÃO –
Fariseus  
OITAVA ESTAÇÃO –
Simão de Cirene  
NONA ESTAÇÃO – 
Mulheres de Jerusalém

SEMANA IV
DÉCIMA ESTAÇÃO
O povo
DÉCIMA PRIMEIRA ESTAÇÃO
O bom ladrão
DÉCIMA SEGUNDA ESTAÇÃO
Maria, mãe de Jesus   

SEMANA V
DÉCIMA TERCEIRA ESTAÇÃO
OFICIAL ROMANO
DÉCIMA QUARTA ESTAÇÃO
José de Arimateia   
DÉCIMA QUINTA ESTAÇÃO
Maria Madalena

SEMANA VI
MEDITANDO A PÁSCOA DO SENHOR JESUS
Jesus Cristo


SEMANA V

Iniciamos a nossa caminhada unidas em fé, começando por invocar a Santíssima Trindade. 

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém

Oração inicial:

Ó amado Jesus, pelas Sagradas Escrituras, preparamo-nos neste instante para Te acompanhar no caminho do Calvário, através dos homens e mulheres que fizeram parte da história da Tua Paixão. 

Olhamos a nossa cruz e segurando-a de braços estendidos para Ti, entregamos o nosso desejo de participar com coração aberto na meditação de cada Estação, através dos seus olhares, palavras e atos.

DÉCIMA TERCEIRA ESTAÇÃO

Jesus morre na Cruz
Evangelho segundo São Lucas 23: 44-46

Personagem: Oficial romano

Porém um dos soldados espetou-lhe a lança no peito e logo saiu sangue e água.

(João 19: 34)

“São Longino”
c.1631 – c.1638, Gian Lorenzo Bernini, Domínio Público

Não se sabe o verdadeiro nome do centurião que trespassou o peito de Jesus com uma lança, conhecida pela Lança do Destino. A palavra grega para lança é “longinus”, pelo que lhe foi atribuído o nome de Longino. 
É, também, referido como o centurião que reconheceu Cristo como “o Filho de Deus” (Mateus 27:54; Marcos 15:39; Lucas 23:47).
A tradição católica relata que Longino foi preso e torturado por causa da sua fé cristã, os dentes foram arrancados e a língua cortada.

V. Nós Vos adoramos e Vos bendizemos, Senhor Jesus.
R. Porque pela Vossa santa cruz remistes o mundo.

O oficial romano que com a lança trespassou o coração de Jesus, viu que jorrou do mesmo coração água e sangue. Foi preciso um milagre para crer que Aquele homem realmente dizia a verdade.  Mesmo assim, foi condenado, flagelado e morto injustamente.
Quantos de nós também só acreditamos e arrependemo-nos depois de já não haver como voltar atrás e remediar o mal que fizemos? Quantas vezes agimos primeiro e pensamos depois? Quantas vezes as consequências dos nossos atos ferem injustamente os outros? Senhor pedimos-te, dá-nos o dom da sabedoria e do discernimento para que saibamos sempre medir as consequências dos atos e guia-nos com o Teu Santo Espírito, para que as nossas palavras e ações venham do coração bondoso e humilde.

Sejamos misericordiosos como o Senhor é misericordioso com todos nós pecadores.

✞ Estás connosco, Amor infinito, acompanhas-nos em todos os nossos passos.
Pai Nosso, Avé Maria, Glória

DÉCIMA QUARTA ESTAÇÃO

Jesus é depositado no sepulcro
Evangelho segundo São Lucas 23: 50-54

Personagem: José de Arimateia

Ao cair da noite, apareceu um homem rico, natural de Arimateia, chamado José, que também era discípulo de Jesus. Foi ter com Pilatos e pediu-lhe o corpo de Jesus. Pilatos mando-lho entregar. Então José pegou no corpo, envolveu-o num lençol limpo e pô-lo no túmulo novo que ele tinha mandado cavar na rocha para si mesmo. 

(Mateus 27: 57-60)

“O corpo de Jesus é colocado no sepulcro”
Imagem gentilmente cedida por ACI Digital https://www.acidigital.com/

Maria Madalena é descrita no Novo Testamento como uma das seguidoras mais corajosas e dedicadas de Jesus Cristo. O nome Madalena, na realidade, é um adjetivo que a descreve como sendo natural de Magdala, cidade localizada na costa ocidental do Mar da Galileia. Foi uma das primeiras mulheres a seguir Jesus e a proclamá-Lo como Aquele que venceu a morte.

V. Nós Vos adoramos e Vos bendizemos, Senhor Jesus.
R. Porque pela Vossa santa cruz remistes o mundo.

Este homem de posição social mais elevada, seguidor de Cristo de forma oculta, aparece sem medo de expor a sua fé perante todos que ali estavam e pediu que o corpo do Senhor lhe fosse entregue para O retirar da Cruz, tratá-Lo e sepultá-Lo. José de Arimateia prestou a última homenagem ao seu Senhor, honrando o Seu corpo sagrado.
José ganhou coragem após a morte do Senhor para assumir a fé e a verdade que é Cristo e cuidou de Jesus, mesmo estando morto, prestou-lhe cuidado, pois era o Corpo de Cristo entregue por nós que ali estava na sua presença. 

Nunca é tarde para assumir a fé perante os outros. Jesus humilhou-se e morreu por todos nós. Senhor, dá-nos a coragem de enfrentar tudo e todos pelo Teu Nome Santo.

✞ Estás connosco, Amor infinito, acompanhas-nos em todos os nossos passos.
Pai Nosso, Avé Maria, Glória

DÉCIMA QUINTA ESTAÇÃO

A Ressurreição do Senhor
Evangelho segundo São João 20: 18

Personagem: Maria Madalena

E Jesus disse-lhe: “Deixa-me, porque ainda não voltei para o meu Pai. Vai ter com os meus irmãos e dá-lhes este recado: eu volto para o meu Pai e vosso Pai, para o meu Deus e vosso Deus.”
Maria Madalena foi dar a notícia aos discípulos e dizia: “Eu vi o Senhor!” E contou-lhes o que ele lhe tinha dito.

(João 20: 17-18)

“Noli me tangere” (Não me detenhas)
Tintoretto, Imagem de Domínio Público

Os Evangelhos falam relativamente pouco da Mãe de Jesus. Os textos mais extensos referem-se, principalmente, à conceção, nascimento e infância de Jesus. No entanto, muito é dito e interpretado desses textos. Há uma diversidade significativa nas crenças e práticas devocionais Marianas (referentes a Maria) entre as grandes tradições cristãs. 
Os católicos referem-se a Maria como Nossa Senhora e veneram-na como Rainha do Céu e Mãe da Igreja.
São João descreve a presença de Maria junto da Cruz, acompanhando o sofrimento do Filho, firme, de pé. Por amor a Deus e por amor aos homens, Maria aceitou a Paixão e a Morte de seu Filho pela nossa salvação. Uniu-se assim ao seu sacrifício redentor e assumiu-o como próprio. Por isso, é chamada Corredentora.

V. Nós Vos adoramos e Vos bendizemos, Senhor Jesus.
R. Porque pela Vossa santa cruz remistes o mundo.

Maria Madalena amiga de Jesus que foi curada pela grande misericórdia do Senhor.
Muitos como Maria Madalena seguem uma vida desregrada, muitos não sentem amor próprio, nem se sentem amados e deixam-se levar pelos prazeres mundanos, o que lhes traz sofrimento e solidão. A felicidade não é encontrada neste mundo. Jesus resgatou esta mulher dos olhares julgadores e punidores. Jesus viu que ela apenas precisava ser curada. Esta mulher não precisava de julgamento, mas de amor. 
Jesus amou-a, levantou-a do chão, não a julgou nem a condenou. Jesus acolheu-a e mostrou-lhe o caminho a seguir. 
Madalena é um exemplo para todos nós que queremos seguir Cristo. Os que mais precisam de ser acolhidos são os que mais pecam, são esses que precisam da nossa mão e não do nosso olhar julgador. Se olharmos para os irmãos com os olhos de Jesus podemos mudar as suas vidas, mostrando-lhes que há Alguém que os ama, que os acolhe, que os levanta do chão por mais imunda que seja a sua vida. Jesus veio para resgatar todos os pecadores, todos os que precisavam de O conhecer e de O seguir. 

Que o Senhor nos dê a graça de vermos a Sua face na face de todos os irmãos e irmãs. Que os nossos corações se compadeçam do grande sofrimento que estas vidas, sem rumo, trazem escondido.

✞ Estás connosco, Amor infinito, acompanhas-nos em todos os nossos passos.
Pai Nosso, Avé Maria, Glória

Oração final:

Meu Jesus, digno de todo o louvor e toda a Glória, Rei e Senhor das nossas vidas, graças Te damos por nos acompanhares a cada dia. Pedimos-Te Senhor que nos ajudes a renunciar às emboscadas do inimigo da nossa alma, livrando-nos de pecar, dando-nos coragem e fortalecendo a nossa fé.

Amém.


Deixar um comentário